domingo, 2 de julho de 2017

RESENHA: A VOZ DO ARQUEIRO



A VOZ DO ARQUEIRO

Sinopse: Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Baseado na mitologia de Sagitário, A voz do arqueiro é uma história sobre o poder transformador do amor.
Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar.
Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde.
Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de
um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda.
Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.


A jovem Bree Prescott acaba de perder seu pai e após a tragédia  decide recomeçar e resolve partir com sua cachorrinha Phoebe,  para uma pequena cidade porem bem acolhedora,  pela qual já foi muito feliz lá  Pelion.
Em busca de novos ares, e tentar deixar para trás o passado e todo  sofrimento, os pesadelos e as lembranças que tem todos os dias, depois da tragédia.

“Nem todos os grandes atos de coragem são evidentes para aqueles que olham do lado de fora.”
Depois de se instalar no chalé, ela acaba fazendo amizade com a vizinha, uma senhora muito boazinha, e ela diz a Bree que a lanchonete do outro lado do lago está precisando de garçonete. Bree consegue o emprego, ela tenta refazer sua vida por um tempo, pelo menos faz novos amigos e cria uma rotina de passar suas tardes lendo um livro na beira do lago ao lado da sua cadelinha.



“…e o amor dela me envolve suavemente, me sustentando, me ancorando, me lembrando de que as palavras que mais importam são aquelas que vivemos.”

Em sua primeira noite na cidade, Bree tem um encontro inusitado com um estranho lindo que a perturba de uma maneira diferente e aguça sua curiosidade sobre o homem que a ajudou a apanhar suas compras do chão e foi embora sem dar uma palavra.
“Quando você estava presa naquela armadilha, eu não conseguia falar para tranquiliza-la. Você não pode me ouvir… isso eu não posso mudar. Mas quero que me veja.”

Archer é um homem lindo 23 anos, que já sofrera muito desde pequeno. Ainda assim ele é um rapaz meigo, doce e gentil, o acidente que sofreu na infância aos 7 anos perdeu sua voz, e seus pais, perdeu a oportunidade de ter uma vida normal, de crescer como uma criança igual as outras, e isso deixou uma grande marca em sua vida, as pessoas da pequena Cidade Pelion o ignoravam, faziam de conta que ele nem existia.

“Os olhos dele me diziam tudo que a voz não poderia dizer. Dissemos mil palavras sem que nenhuma delas fosse pronunciada.”

O mais triste  é ver o quanto ele acreditava que merecia, a dor os julgamentos, o desprezo e a solidão.

“Estou aqui por você. Estou aqui por sua causa. Estou aqui porque você me viu, não apenas com seus olhos, mas com seu coração. Estou aqui porque você quis saber o que eu tinha a dizer e porque estava certa... todo mundo precisa de amigos.”
No dia em que Archer encontrou Bree, sua vida começou a mudar, Bree surge em sua vida como uma guerreira que está disposta a encará-lo e provar o contrário, ele se assusta tanto quanto se fascina. O amor de Archer por Bree será suficiente para enfrentar alguns obstáculos???
Dois jovens com muitos fardos nas costas, mas que acabam se envolvendo e tentando se ajudar. Um romance que cura, e nós mostra o quanto o Amor pode ser transformador, que o Amor pode tudo...
A voz do Arqueiro, tocou me de uma tal maneira, simplesmente apaixonante e de uma sensibilidade sem tamanho. Foi bem importante os traumas abordados pela autora, que infelizmente acontece na vida de muitos. Depressão, dependência, ciúmes, violência familiar e deficiência física.    
Parabéns Editora Arqueiro a capa do livro é muito linda, e além disso ganhamos um brinde, os dois primeiros capítulos do próximo livro da série O Coração do Leão.

Beijos Carinhosos
Dani S2

Nenhum comentário:

Postar um comentário