terça-feira, 19 de setembro de 2017

RESENHA: NOSSA MÚSICA








NOSSA MÚSICA
Sinopse:  Ally e Charlotte poderiam ter sido grandes amigas se David nunca tivesse entrado em suas vidas. Mas ele entrou e, depois de ser o primeiro grande amor (e também a primeira grande desilusão) de Ally, casou-se com Charlotte. Oito anos depois do último encontro, o que Ally menos deseja é rever o ex e sua bela esposa. Porém, o destino tem planos diferentes e, ao longo de uma noite decisiva, as duas mulheres se reencontram na sala de espera de um hospital, temendo pela vida de seus maridos. Diante de incertezas que achavam ter vencido, elas precisarão repensar antigas decisões e superar o passado para salvar aqueles que amam. Com a delicadeza tão presente em seus livros, Dani Atkins mais uma vez nos traz uma história de emoções à flor da pele, um drama familiar comovente que não deixará nenhum leitor indiferente.


Ally é casada com Joe e tem um filho lindo. Charlotte e David são casados e possuem uma vida muito boa.

"Nós nos despedimos daqueles que amamos milhares de vezes durante a nossa vida: a cada vez que saem pela porta de casa, a cada vez que desligamos o telefone, a cada aceno de adeus. Só não sabemos qual dessas despedidas será a derradeira. Não é para sabermos."

Essas quatro pessoas tiveram seus caminhos cruzados na época da faculdade e, muitos anos depois, acabam juntos novamente. Só que dessa vez as circunstâncias são outras.

"A morte não chegava assim, sem se anunciar, e carregava a gente num tsunami. Primeiro vinha um aviso. Não era?"
                       
 Oito anos depois, Ally e Charlotte acabam no mesmo hospital após seus maridos sofrerem acidentes e o reencontro vai provocar lembranças dolorosas.

"Éramos todos vítimas naquele lugar e, embora nenhum de nós estivesse ferido, todos sofríamos."

 A princípio percebemos que a vida dos dois casais é muito diferente, pois Joe e Ally são humildes e vivem em uma casa mais simples. Enquanto David e Charlotte já vivem no conforto e viagens.
Joe caiu dentro de um lago congelado após salvar uma criança e um cachorro. E David teve um infarto dentro de uma joalheria.

"Pareceu haver um motivo para que estivéssemos todos ali, naquela noite, naquele lugar. Pessoas precisavam ser curadas, e não por médicos e enfermeiros, mas por nós. E a cura estava acontecendo naquele instante."

Agora elas terão que lidar com dor, medo e ansiedade no mesmo lugar enquanto carregam mágoas e revivem o passado em uma noite decisiva para todos eles.

“As peças do dominó começavam a tombar e não havia nada que eu pudesse fazer para detê-las”.


A escrita é fluída e rápida com uma carga de drama intensa, a narrativa é entre o presente e o passado, com essas duas mulheres lutando e desejando a recuperação de seus maridos.

O livro ainda aborda alguns temas como perdão, amizade e família, nos fazendo refletir do quanto podemos ser pessoas melhores se pensarmos em não magoarmos a quem amamos.

Este é o terceiro livro que leio da Autora, e mais uma vez me surpreendeu com a lição de vida que ela nos mostra em palavras.

Beijos Carinhosos
Dani S2

Nenhum comentário:

Postar um comentário