quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

RESENHA: A ÚLTIMA CAMÉLIA






A Última Camélia

Sinopse:Às vésperas da Segunda Guerra Mundial, o último espécime de uma camélia rara, a Middlebury Pink, esconde mentiras e segredos em uma afastada propriedade rural inglesa.
Flora, uma jovem americana, é contratada por um misterioso homem para se infiltrar na Mansão Livingston e conseguir a flor cobiçada. Sua busca é iluminada por um amor e ameaçada pela descoberta de uma série de crimes.
Mais de meio século depois, a paisagista Addison passa a morar na mansão, agora de propriedade da família do marido dela. A paixão por mistérios é alimentada por um jardim de encantadoras camélias e um velho livro.
No entanto, as páginas desse livro insinuam atos obscuros, engenhosamente escondidos. Se o perigo com o qual uma vez Flora fora confrontada continua vivo, será que Addison vai compartilhar do mesmo destino?


Flora, em 1940 recebeu uma proposta do Sr. Price para encontrar uma rara camélia que pertencia a Família Livingston na Inglaterra. Ela só precisaria fingir ser a baba das crianças, e começar a procurar a tal flor Middlebury.  Antes ela morava com seus pais e administrava uma pequena padaria que estava enfrentando muitos problemas financeiros.

"Na padaria, eu tinha conseguido ignorar a guerra, deixar que ela existisse apenas nas manchetes dos jornais. Mas agora? Ela estava a minha frente usando um terno cinza com os ombros molhados de gotas de chuva."
Já nos anos 2000 a Sra. Addison é paisagista, casada com Rex um escritor que vem tentando provar para os pais que ele pode se manter com as vendas de seus livros.
"- Você gosta dos seus pais, não gosta? Assenti, lembrando-me da maneira como o cobrador havia machucado o rosto do papai. - E você gostaria de vê-los livres da divida, com mais tempo para descansar e relaxar, não é? - Sim... - murmurei, limpando os olhos com um lenço. - Então encontre a camélia." –
Tudo estava indo perfeitamente bem, se não fosse o passado misterioso de Addison que insiste em persegui-la.  Sean esta está decido a contar todos os segredos dela, se ela não lhe der dinheiro. Com todo esse stress ela convence Rex a passar o verão na Mansão Livingston, comprada recentemente pelos pais do marido.

"Eu estava deixando as pragas crescerem em volta de mim. Elas estavam ameaçando minha felicidade e, de certa forma, minha vida. Então por que eu não podia enfrentá-las?"

Senhora Dilloway, trabalha na mansão há 60 anos. Uma governanta muito misteriosa e mal-educada e não esta nada satisfeita, com a venda da mansão.


" Pensei no que o taxista tinha me falado sobre a casa.- Rex, você acha que aconteceu alguma coisa aqui? - Quem sabe? - respondeu, dando um sorrisinho - talvez a empregada tenha uma pilha de corpos escondidos no sótão."
Quando chegam a mansão Addison e Rex, eles percebem que  algo muito estranho aconteceu com os antigos moradores. Principalmente Lady Anna, que morreu de causas misteriosas. A governanta Sra. Dilloway com certeza tem segredos escusos.  

“Escondida no escuro, observei enquanto duas sombras eram vistas no terraço à luz da lua.”
Sem perceber, Addison começa a investigar e nem imagina os segredos e revelações perigosas que estão prestes a descobrir. Todos os mistérios que a casa esconde serão descobertos?
"Ele dizia que admirava minha força, o fato de eu conseguir viver no presente sem me lamentar do meu passado. Ah, se ele soubesse..."
Para quem procura um romance cheio de mistérios e dramas, esta aqui um livro perfeito. Amei a escrita da Sarah Jio, Este foi o primeiro livro dela que eu li, não teve enrolação uma história muito bem contada, sem pontas soltas.



"Você não pode mudar as escolhas de seu coração. Receio que esse fato seja a grande tragédia da minha vida."

Beijos Carinhosos,
Dani S2

Nenhum comentário:

Postar um comentário