segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

RESENHA: COMO SE APAIXONAR



COMO SE APAIXONAR
Sinopse: Depois de não conseguir evitar que um homem acabasse com a própria vida, Christine passa a refletir sobre o quanto é importante ser feliz. Por isso, ela desiste de seu casamento sem amor e aplica as técnicas aprendidas em livros de autoajuda para viver melhor.
Adam não está em um momento muito bom, e a única saída que ele encontra para a solução de seus problemas é acabar com sua vida. Mas, para a sorte de Adam, Christine aparece para transformar sua existência, ou pelo menos tentar ajudá-lo.
Ela tem duas semanas para fazer com que Adam reveja seus conceitos de felicidade. Será que ele vai voltar a se apaixonar pela própria vida?

Christine tem 33 anos é casada, ela trabalha em uma central de relacionamentos, onde ela ajuda as pessoas a encontrar um emprego. É uma leitora nata de livros de auto-ajuda.
"Mas não se pode perseguir  felicidade. A alegria acontece de um jeito espontâneo... Não é uma formula genérica, passo a passo que você segue. Mas eu não sabia disso, não sabia o que fazer. Acho que eu tinha parado de ver a beleza do mundo por um tempo, sem nem perceber..."

Só que acaba se sentindo muito culpada por não ter conseguido evitar que  Simon se matasse, isso afetou ela de uma tal maneira, que agora começa a pensar melhor em sua vida e percebe que a vida é muito curta para ficar com uma pessoa que não ama, deu um basta no seu casamento. Barry ficou muito abalado com esse rompimento, começou a fazer da vida dela um verdadeiro inferno.
"Eu o amava, sabe, mas tenho uma teoria sobre o amor. Acho que, não importam quão bons sejam, alguns amores não estão destinados a durar para sempre."

Tentando seguir em frente depois do suicídio de Simon, acontece outro grande imprevisto. Ela encontra Adam na ponte Ha´penny tentando se jogar, e por mais uma vez ela tentara ajudar o rapaz a não se matar. Adam perdeu a namorada para o melhor amigo, seu pai esta com câncer terminal. Como Christine é muito boa com as palavras ela consegue fazer ele mudar de ideia, fazendo um acordo. Se ela ajudasse ele a reconquistar a namorada e resolver outros probleminhas ele não pularia. Mas caso nada desse certo ele voltaria no mesmo lugar e se jogaria da ponte. 

"Estou ansioso para você me convencer de que isso foi uma boa ideia, Christine. Acho que meu aniversário será um bom prazo final... Meu aniversário é daqui a duas semanas. Não há muita coisa que pode mudar em duas semanas, mas agradeço por você ter mentido para mim."

Christine teria apenas duas semanas para ajuda-lo resolver esse problemão e mostrar pra ele que a vida é maravilhosa.

"Christine eu queria que o mundo fosse cheio de pessoas como você, sabia - Ele riu."
O livro é narrado por Christine, com uma intensidade, ela vai aprender e ensinar a se amar e olhar a vida de outra maneira. E como é importante você ter amigos, estar rodeado por pessoas, sempre terá alguém para lhe ajudar, a sair do fundo do poço.  Todas as pessoas podem ter a sua segunda chance. Que viver sempre vale a pena.
Eu também me apaixonei por esse livro, me apeguei nos personagens aqui você ira pensar e refletir muito sobre a vida. Eu recomendo...
Beijos Carinhosos


Dani S2


quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

RESENHA: A ÚLTIMA CAMÉLIA






A Última Camélia

Sinopse:Às vésperas da Segunda Guerra Mundial, o último espécime de uma camélia rara, a Middlebury Pink, esconde mentiras e segredos em uma afastada propriedade rural inglesa.
Flora, uma jovem americana, é contratada por um misterioso homem para se infiltrar na Mansão Livingston e conseguir a flor cobiçada. Sua busca é iluminada por um amor e ameaçada pela descoberta de uma série de crimes.
Mais de meio século depois, a paisagista Addison passa a morar na mansão, agora de propriedade da família do marido dela. A paixão por mistérios é alimentada por um jardim de encantadoras camélias e um velho livro.
No entanto, as páginas desse livro insinuam atos obscuros, engenhosamente escondidos. Se o perigo com o qual uma vez Flora fora confrontada continua vivo, será que Addison vai compartilhar do mesmo destino?


Flora, em 1940 recebeu uma proposta do Sr. Price para encontrar uma rara camélia que pertencia a Família Livingston na Inglaterra. Ela só precisaria fingir ser a baba das crianças, e começar a procurar a tal flor Middlebury.  Antes ela morava com seus pais e administrava uma pequena padaria que estava enfrentando muitos problemas financeiros.

"Na padaria, eu tinha conseguido ignorar a guerra, deixar que ela existisse apenas nas manchetes dos jornais. Mas agora? Ela estava a minha frente usando um terno cinza com os ombros molhados de gotas de chuva."
Já nos anos 2000 a Sra. Addison é paisagista, casada com Rex um escritor que vem tentando provar para os pais que ele pode se manter com as vendas de seus livros.
"- Você gosta dos seus pais, não gosta? Assenti, lembrando-me da maneira como o cobrador havia machucado o rosto do papai. - E você gostaria de vê-los livres da divida, com mais tempo para descansar e relaxar, não é? - Sim... - murmurei, limpando os olhos com um lenço. - Então encontre a camélia." –
Tudo estava indo perfeitamente bem, se não fosse o passado misterioso de Addison que insiste em persegui-la.  Sean esta está decido a contar todos os segredos dela, se ela não lhe der dinheiro. Com todo esse stress ela convence Rex a passar o verão na Mansão Livingston, comprada recentemente pelos pais do marido.

"Eu estava deixando as pragas crescerem em volta de mim. Elas estavam ameaçando minha felicidade e, de certa forma, minha vida. Então por que eu não podia enfrentá-las?"

Senhora Dilloway, trabalha na mansão há 60 anos. Uma governanta muito misteriosa e mal-educada e não esta nada satisfeita, com a venda da mansão.


" Pensei no que o taxista tinha me falado sobre a casa.- Rex, você acha que aconteceu alguma coisa aqui? - Quem sabe? - respondeu, dando um sorrisinho - talvez a empregada tenha uma pilha de corpos escondidos no sótão."
Quando chegam a mansão Addison e Rex, eles percebem que  algo muito estranho aconteceu com os antigos moradores. Principalmente Lady Anna, que morreu de causas misteriosas. A governanta Sra. Dilloway com certeza tem segredos escusos.  

“Escondida no escuro, observei enquanto duas sombras eram vistas no terraço à luz da lua.”
Sem perceber, Addison começa a investigar e nem imagina os segredos e revelações perigosas que estão prestes a descobrir. Todos os mistérios que a casa esconde serão descobertos?
"Ele dizia que admirava minha força, o fato de eu conseguir viver no presente sem me lamentar do meu passado. Ah, se ele soubesse..."
Para quem procura um romance cheio de mistérios e dramas, esta aqui um livro perfeito. Amei a escrita da Sarah Jio, Este foi o primeiro livro dela que eu li, não teve enrolação uma história muito bem contada, sem pontas soltas.



"Você não pode mudar as escolhas de seu coração. Receio que esse fato seja a grande tragédia da minha vida."

Beijos Carinhosos,
Dani S2