domingo, 6 de agosto de 2017

RESENHA: NADA MAIS A PERDER










NADA MAIS A PERDER

Sinopse: Na juventude, Henri Lachapelle foi um cavaleiro de raro talento, entre os poucos admitidos na academia de elite do hipismo francês, o Le Cadre Noir. Contudo, reviravoltas da vida o levaram da França a Londres, onde ele agora vive em um simples conjunto habitacional. Sem nunca abandonar o amor pela antiga carreira, aos trancos e barrancos Henri ensina a neta, Sarah, a montar o cavalo Boo, na esperança de que o talento da dupla seja o passaporte para uma vida melhor e mais digna para todos. Mas um grande golpe muda mais uma vez os planos de Henri Lachapelle, e Sarah se vê entregue à própria sorte, lutando para, além de sobreviver, cuidar de Boo e manter os treinamentos.
Natasha é uma advogada especializada em representar crianças e adolescentes envolvidos com crimes ou em situação de risco. Abalada emocionalmente e em dúvidas quanto a seu futuro profissional depois de um caso terrível, Natasha ainda tem de lidar com as feridas do fim de seu casamento. Um fim, diga-se de passagem, bem inusitado, já que ela se vê forçada a morar com o charmoso futuro ex-marido enquanto esperam a venda da casa da família.
Quando Sarah cruza o caminho de Natasha, a advogada vê na menina a oportunidade de colocar a vida de volta nos trilhos e decide abrigar a adolescente sob o próprio teto. O que ela não sabe é que Sarah guarda um grande segredo que lhes trará sérias consequências.

Sarah tem 14 anos, uma mocinha bastante determinada e é completamente apaixonada e dedicada ao seu cavalo Boo, Todos os dias antes da escola, ela vai pro estabulo montar o  Boo,  ensiná-lo e entendê-lo.

Henri, o avo de Sarah, foi um cavaleiro francês de Le Cadre Noir, que havia abandonado tudo por amor,  a muitos anos atrás... Essa paixão por cavalos ela herdou de seu Avô Henri.
A Vida de Sarah, seguia normalmente ate que tudo desmoronou quando seu avô sofreu um derrame. Agora abandonada a própria sorte, mesmo com sua pouca idade, ela reúne todos os seus esforços para continuar com seus treinamentos e cuidar de Boo.

Natasha Macauley é uma advogada durona e com aparência de mulher fria. Ela passou a viver em função do trabalho depois que Mac, seu ex-marido foi embora de casa. Ela possuía uma rotina também, mas depois de um ano sumido, Mac resolveu aparecer. Parte da casa em que ela morava ainda era dele, uma vez que não haviam se divorciado. Sem outro lugar para ficar, Mac reivindicou seu espaço ali. Desesperada com a situação, foi dar uma volta no mercado. E acaba se deparando com a  cena de Sarah, tentando roubar um peixe, Natasha teve pena da menina e se ofereceu para pagar e depois levá-la até sua casa.

Natasha Macauley é  especializada em representar crianças e adolescentes envolvidos em situações perigosas. Sempre resoluta e focada, ela se abala com um caso terrível, no qual sua convicção em “saber ler as pessoas” se mostra muito mais frágil do que ela imaginou.


Aqui conhecemos Henri, Sarah e Natasha em suas vidas separadamente, até que todas as suas histórias se entrelaçam como se fosse uma só. Uma das protagonistas tem uma história secreta que durante o livro todo ficamos super curiosos para saber o que está acontecendo ali e que tal revelação dá uma  reviravolta no final do livro!
Embora a narrativa possa parecer um pouco arrastada no início, não desistam.. Permita-se chorar, torcer e roer as unhas por Sarah, Natasha e Mac. Tenho certeza de que eles são personagens que vocês gostaram de ter conhecidos.

Beijos Carinhosos,
Dani S2 

Nenhum comentário:

Postar um comentário