domingo, 11 de novembro de 2018

RESENHA: EU E ESSE MEU CORAÇÃO



 

 EU E ESSE MEU CORAÇÃO


#resenhalivroterapia | Eu e Esse Meu Coração | @grupoeditorialpensamento| @editorajangada | #C.C.HUNTER


Quando eu pedi o livro para resenhar, eu sabia que o livro seria cheio de dramas, tinha consciência de que iria chorar, só não imagina que poderia tirar uma grande lição. Leah, não tem como você não admirar essa personagem. Ela é forte, guerreira e sabe que tem que aproveitar a vida da melhor forma possível.



“Não faça nada de que vá se arrepender depois. Mas faça o suficiente para saber exatamente do que se arrependeria e aprenda a se arrepender menos.”

Imagine só você ter que carregar o seu próprio coração artificial dentro de uma mochila, ter que se afastar da escola, dos seus amigos, porque a qualquer momento poderá voltar ao hospital, por um simples fato de contrair um vírus.
Mesmo vivendo pisando em ovos, nada lhe desanima. Ama ler, criou o clube do livro na escola, incentivando muitos alunos a lerem com mais frequência.

“Gêmeos idênticos conhecem os segredos um do outro. É uma conexão estranha.”


Por outro lado temos Matt, irmão gêmeo de Eric, estão passando uma fase de luto, o pai deles faleceu, e a mãe entrou em depressão. Matt, foi convocado pela professora a ajudar Leah, com algumas aulas extras. 



Leah, sempre paquerou Matt na escola, mas nunca passou de uma simples amizade. Mas agora ela vê uma nova chance para que possa acontecer um algo mais.

Mais uma tragédia se abate na casa de Matt, seu irmão Eric a que tudo indica acabou cometendo suicídio. E com essa fatalidade, surge esperanças para Leah, que esta a muito tempo em busca de doador. E agora é sua chance pois Matt e Eric são gêmeos identidicos, e o tipo sanguíneo é o mesmo que Leah precisa. 

“Quando um membro da sua família sofre, todos sofrem junto.”


Matt e Leah, acabam se apaixonando, e os dois vão lutar juntos para descobrir se realmente Eric, se suicidou. 

"Não, não é só o novo coração. Sou eu. Eu mudei. Não tenho mais certeza de quem sou. Não tenho certeza se posso voltar a ser a Antiga Leah. E quem é essa Nova Leah? Isso é um grande mistério."


Leah, me fez pensar o porque de eu muitas vezes reclamo da vida. Ela sofreu muito e mesmo assim não deixou de ser otimista e de aproveitar a vida ao máximo. Leah é um exemplo a ser seguido. Uma menina extremamente forte, mesmo com todos os acontecimentos que surgem na vida dela, ela está para encarar qualquer parada. 




"Prove que se preocupar é uma condição humana. Inscreva-se para ser doador, de modo que outros lá fora possam experimentar a arte de fazer o amanhã."


Aqui suas emoções estarão a flor da pele, coitado do meu pobre coração. Pode ter certeza que você vai rir, vai chorar, mas não vai largar o livro. E ainda vai se perguntar que livro é esse? A capa do livro esta um arraso e a diagramação perfeita.
4,5




Beijos Carinhosos
Dani


Nenhum comentário:

Postar um comentário