sexta-feira, 25 de maio de 2018

RESENHA: DESEJO À MEIA - NOITE * OS HATHAWAYS 1 *


DESEJO Á MEIA - NOITE

Sinopse: Após sofrer uma decepção amorosa, Amelia Hathaway perdeu as esperanças de se casar. Desde a morte dos pais, ela se dedica exclusivamente a cuidar dos quatro irmãos – uma tarefa nada fácil, sobretudo porque Leo, o mais velho, anda desperdiçando dinheiro com mulheres, jogos e bebida. Certa noite, quando sai em busca de Leo pelos redutos boêmios de Londres, Amelia conhece Cam Rohan. Meio cigano, meio irlandês, Rohan é um homem difícil de se definir e, embora tenha ficado muito rico, nunca se acostumou com a vida na sociedade londrina. Apesar de não conseguirem esconder a imediata atração que sentem, Rohan e Amelia ficam aliviados com a perspectiva de nunca mais se encontrarem. Mas parece que o destino já traçou outros planos. Quando se muda com a família para a propriedade recém-herdada em Hampshire, Amelia acredita que esse pode ser o início de uma vida melhor para os Hathaways. Mas não faz ideia de quantas dificuldades estão a sua espera. E a maior delas é o reencontro com o sedutor Rohan, que parece determinado a ajudá-la a resolver seus problemas. Agora a independente Amelia se verá dividida entre o orgulho e seus sentimentos. Será que Rohan, um cigano que preza sua liberdade acima de tudo, estará disposto a abrir mão de suas raízes e se curvar à maior instituição de todos os tempos: o casamento?


Amelia é uma jovem de 26 anos, já sem esperanças para um casamento pois já passou do tempo de casar, desde que seus pais faleceram, ela tomou conta da casa e de seus quatro irmãos.

E pra ferrar com tudo um rapaz pelo qual ela foi muito apaixonada acaba trocando ela por uma outra que tenha mais dotes.

"A mão de Cam deslizou até a nuca de Amelia e sua boca cobriu a dela. Ele não pedira seu consentimento nem lhe dera a chance de protestar."


Léo seu único irmão homem, recebeu um titulo de nobreza herdando tudo o que restou da família, só que infelizmente ele esta esbanjando dinheiro, com mulheres e jogos. Tudo isso aconteceu depois que ele perdeu sua amada noiva para uma doença devastadora.




"Nenhuma depravação, nenhuma cortesã habilidosa, nem mesmo uma salão repleto de mulheres nuas poderiam ter despertado a metade do interesse criado pela Sta. Amelia Hathaway e suas fitas vermelhas."

Em uma dessas saidinhas de seu irmão, já faziam três dias que não voltava para casa, Amélia sai desesperada atrás dele, e acaba indo até uma taverna,  lá ela conhece Can Rohan um cigano  muito rico um investidor de sucesso e gerente de um clube muito famoso . Imediatamente surge uma atração entre os dois.
Os Hathaways  mudam de cidade, eles vão para uma casa que herdaram, e a casa esta caindo aos pedaços e sem muito dinheiro para reforma.


“Ela merecia bem mais que isso. Merecia um amor apaixonado, quente, avassalador, um sentimento que consumia tudo. Ela merecia... Ah, inferno. Estava pensando demais.”


Can por mais uma vez surge na vida de Amélia e vai começar um todo o romance e a luta para ficar juntos pois  os fatores familiares que eles carregam tornam a relação envolvente e imprudente.



"Acredito em magia e mistério, em sonhos que revelam o futuro. E acredito que algumas coisas estão escritas na estrelas... ou mesmo na palma das mãos."

Apesar da história ser centrada mais em Amelia,  não fica só na visão dela, você acaba conhecendo um pouquinhos de cada irmão e os agregados.
Uma coisa que eu gostei muito foi a temática sobre a cultura do povo cigano.
Neste volume vemos um pouco das qualidades de cada integrante do Hathaway, e nos próximos livros conheceremos um pouco mais a fundo a historia de cada um deles.

“Diga-me, Srta. Hathaway… o que faria se fosse convidada para um passeio à meia-noite sobre a terra e o oceano? Escolheria a aventura ou a segurança do lar?”

  A narrativa é em terceira pessoa, sem enrolação, uma leitura deliciosa,  as coisas simplesmente acontecem,  sem que alguém tente destruir a relação do casal. E não é um simples romance, aqui vemos a coragem de Amelia para com a sociedade, que nos oprime. As cenas do casal eram muito engraçadas e com muita sensualidade, uma paixão devastadora.
Por ser o meu primeiro romance de época eu amei, e super indico, só com uma ressalva..rsrs Comecem a ler primeiro a série “As quatro estações do amor”.

Beijos Carinhosos
Dani S2

Nenhum comentário:

Postar um comentário